• Talita Carvalho

Depoimento da Rithyelle

A Rythielle contou um pouquinho da sua história e de como o acompanhamento da Poly foi importante para o seu futuro profissional e pessoal, confira!


"Antes de contar a influência da Poly na minha vida, vou apresentar duas histórias que antecederam esse fato. A primeira aconteceu quando eu tinha aproximadamente 12 anos. Eu estava na sala de aula, de uma escola pública, conversando com algumas amigas sobre sonhos profissionais. Durante esse diálogo, eu me lembro claramente de ter comentado que iria entrar em uma universidade pública - na época eu não tinha nenhuma noção de como funcionavam os vestibulares - e a reação delas foi de pura incredulidade, disseram que era muito difícil e zombaram da minha afirmação.


A segunda história aconteceu no mesmo ano que conheci a Poly. Nessa mesma escola, estávamos tendo aula com um professor substituto e eu perguntei se ele poderia nos passar algumas questões do Enem. A resposta dele foi a seguinte: "Vocês não vão conseguir responder questões do Enem!"


E qual é a relação dessas histórias com a Poly? É que durante toda nossa vida nós cruzamos com pessoas que desacreditam da nossa capacidade, por inúmeros motivos. É raro encontrar pessoas que acreditam em você e, mais do que isso, te ajudam a atingir seus objetivos pelo simples prazer de contribuir.


A Poly foi essa pessoa rara na minha vida. Quando nos conhecemos, e até hoje, ela sempre demonstrou interesse em saber sobre meus sonhos, minha vida profissional, familiar e afins. Acho que é fácil, pra qualquer pessoa, identificar o quanto isso é raro, o quanto é benevolente e gratuito.


Nos conhecemos em um dos momentos mais difíceis da minha vida. Eu sempre tive muitos sonhos mas, naquele momento, estava sem perspectiva e motivação. Ver alguém acreditando em mim, investindo tempo e esforços pro meu futuro foi muito gratificante. Sem dúvidas gratidão é a palavra que mais associo a figura da Poly!


Aos 12 anos eu não entendia o quanto o trajeto era difícil, mas consegui ingressar em uma universidade pública. Parte disso eu devo ao apoio que recebi e continuo recebendo da Poly. Ela me ensinou sobre como as pessoas estão conectadas, sobre como uma ação pode ser tão poderosa ao ponto de provocar um efeito em cadeia. Dani, Tamires e eu somos as primeiras das nossas casas a ingressarem em uma faculdade, é uma mudança de chave na história de três famílias por um gesto que começou lá em 2015.


É fato que tudo que mencionei contribuiu demasiadamente para conquistas pessoais, mas o mais gratificante é que isso gerou em mim um sentimento de dívida, não para com a Poly mas para com os jovens que vivem histórias parecidas com a minha. A Poly me ensinou sobre responsabilidade social, e acho que esse foi o maior presente que eu poderia ter recebido."

22 visualizações

©2020 por Empreeduca